Edições Anteriores
25/08/2014 Com a palavra - Presidente da IECLB P. Dr. Nestor Paulo Friedrich

Hora de plantar.

A paisagem de nossas cidades hoje é  multifacetada. Há um misto de convívio e de segregação, de belo e de feio, de grande e de pequeno, de multidão e de solidão, de desenvolvimento e de desequilíbrio ambiental, de conquistas de bem-estar e de marginalização, de fonte de recursos, como os de saúde e educação, e de desleixo para com o bem público, de anonimato e de comunhão, de individualismo e de redes. O que antes era estável e ajudava a perceber a continuidade entre o presente e o passado, e mostrava perspectivas para bisbilhotar o futuro, agora se apresenta fragmentado, sem um eixo de onde tudo emana, e sem direção.

Os quadros de referência são múltiplos e a cidade concentra, exponencialmente, informação e oportunidade. A correria diária, que leva as pessoas a não se olharem mais nos olhos e se perceberem umas às outras como filhas de Deus, faz com que projetem seus sonhos, desejos e expectativas, ou seja, seu colorido, muito mais no palpável, naquilo que o dinheiro compra, e muito menos no amadurecimento interior. A cidade oferece inúmeras vias de escolha, todas elas com consequências que marcam uns e outros.

O tema do ano da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) em 2014 é “Vidas em Comunhão”, com foco na vida na cidade. O texto bíblico que o ilumina é do profeta Jeremias, no capítulo 29, versículo 7: “Procurai a paz da cidade para onde vos desterrei e orai por ela ao Senhor; porque na sua paz vós tereis paz”.

A missão que Deus confere a Jeremias não é nada fácil! Jeremias interage com pessoas que foram feitas prisioneiras e foram exiladas para uma cidade chamada Babilônia. Nesse contexto, nessa cidade que não é deles, Jeremias orienta a que construam casas e plantem, casem e tenham filhos, trabalhem e orem pela paz daquela cidade porque na sua paz eles também terão paz.  Jeremias desafia a uma mudança de visão, de atitude. Desafia ao protagonismo que constrói, agrega, fomenta novas relações que promovam a paz. Aqui está um jogo, uma visão de futuro.

Neste ano, iniciamos o 21º ano de atividades da Luterprev. A história da previdência na IECLB, contudo, é bem mais antiga e, de certa forma, tem a ver com uma visão de futuro e também com a vida na cidade. O que queremos colher em termos de qualidade de vida e de paz num futuro próximo? Gosto do profeta Jeremias porque é alguém com os pés no chão. Nada de magia religiosa! Nada de promessas ou saídas fáceis! Jeremias instiga a uma postura, também religiosa e espiritual, bastante sóbria e realista. Ele diz: “Plantem! Construam!” Isto também vale quando falamos de nossa previdência privada! Que Deus abençoe a todos e todas neste ano de 2014!

Compartilhe: