Buscar Notícias
03/07/2013 Protestos e juros afetam movimento do varejo em junho, diz Serasa

O movimento de consumidores no varejo caiu 1,6% em junho, ante maio, feitos os ajustes sazonais, de acordo com levantamento da Serasa Experian. Em maio, houve aumento de 0,1%. A empresa credita a queda no mês passado à onda de protestos no país, que reduziu o fluxo de clientes nas lojas.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve aumento de 0,9%. É o menor crescimento nesse tipo de comparação desde março de 2012. O dado mostra forte desaceleração já que em maio a alta foi de 2,6% e, em abril, de 7,9%, ante os mesmos meses em 2012. 

No primeiro semestre, o movimento de consumidores cresceu 8,1% na comparação com o mesmo período do ano passado. 

Além dos protestos, a Serasa identifica na elevação dos juros e na queda de confiança dos consumidores outros motivos que reduziram a atividade do varejo em junho.

Os segmentos que registraram os maiores recuos foram o de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática (-1,1%) e o de combustíveis e lubrificantes (-1,0%). Também o setor de tecidos, vestuário, calçados e acessórios teve queda de 0,2% no seu movimento no mês passado. 

Na outra ponta, houve aumento de 6,2% no movimento das lojas de veículos, motos e peças; de 1,1% nas lojas de material de construção; e de 0,3% nos supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas. 

No semestre, a alta de 8,1% foi puxadas por variações idênticas dos segmentos de móveis, eletroeletrônicos e informática e de combustíveis e lubrificantes. Também o segmento de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas exibiu um desempenho satisfatório, com elevação de 6,1%. Já os segmentos de veículos, motos e peças e de tecidos, vestuário, calçados e acessórios terminaram o primeiro semestre com desempenhos muito semelhantes (3,3% e 3,4%, respectivamente) e o de material de construção exibiu expansão de apenas 2,7% no período.

 

Sobre a Luterprev

Luterprev Previdência Privada é uma organização independente, não ligada a banco, sem fins lucrativos, e que opera exclusivamente soluções em previdência privada, desde 1922. A sede internacional é baseada em Porto Alegre, RS, e o objetivo do negócio é prover renda às pessoas, sendo líder do mercado nacional em planos PRGP (Plano com Remuneração Garantida e Performance). Administra atualmente R$ 100 milhões de reais para uma carteira de mais de 7.000 clientes em todo território nacional e no exterior. 

Av. Carlos Gomes, 1550 – 8º andar, Porto Alegre, RS – tel. (51) 3328-8693

Visite www.luterprev.com.br 

Associada à FENAPREVI - Federação Nacional da Previdência Privada e Vida


Autor / fonte: www.valor.com.br Link Relacionado: http://
Compartilhe: